Cirurgia de Estrabismo

estrabismo

 

Estrabismo – adultos e crianças

A cirurgia para estrabismo pode ser feita em crianças ou adultos, no entanto, esta não deve ser a primeira solução para o problema, pois existem outros tratamentos, como uso de óculos de correção ou exercícios oculares, que podem ajudar a obter os mesmos resultados e melhorar a visão, sem que seja necessário fazer cirurgia.

 

Porém, nos casos de estrabismo constante na infância, a cirurgia é sempre recomendada para evitar que a criança desenvolva um problema de profundidade na visão, também conhecido como cegueira estéreo, especialmente entre os 6 e os 18 meses.

 

Como é feita a cirurgia para estrabismo

A cirurgia para estrabismo, normalmente, é feita no consultório do oftalmologista sob anestesia geral ou, pelo menos, com anestesia local no olho para permitir que o médico seja capaz de fazer pequenos cortes nos músculos do olho para equilibrar as forças e alinhar o olho.

 

Normalmente, a cirurgia para estrabismo não deixa qualquer tipo de cicatriz, uma vez que não é preciso fazer cortes na pele ou retirar o olho. Além disso, caso o médico utilize uma sutura ajustável, pode ser necessário repetir a cirurgia após alguns dias para alinhar completamente o olho.

 

Pós-operatório da cirurgia para estrabismo

O pós-operatório da cirurgia para estrabismo é rápido e, normalmente, após cerca de 1 semana o paciente deixa de sentir o olho dolorido, sendo que a vermelhidão do olho desaparece até 3 semanas após a cirurgia.

 

Após a cirurgia, os cuidados mais importantes incluem:

- Evitar conduzir no dia após a cirurgia;
- Voltar ao trabalho ou escola apenas 2 dias após a cirurgia;
- Tomar os remédios prescritos pelo médico que podem incluir analgésicos ou antibióticos;
- Evitar a entrada de água no olho durante 2 semanas, devendo-se evitar nadar;
- Em alguns casos, o médico pode ainda recomendar o uso de óculos especiais durante algumas semanas para melhorar os resultados da cirurgia.